Pesquisa realizada pela CompTIA mostra que erros humanos são os que mais contribuem para o risco a segurança.

Nove a cada 10 organizações no Brasil foram atingidas por pelo menos uma violação de segurança em 2015. A maioria das violações foram classificadas como graves, de acordo com o novo relatório Tendências Internacionais em Segurança Cibernética divulgado pela CompTIA, associação do setor de TI.

Além disso, pesquisa informou também que as organizações estão mudando as práticas e políticas de segurança devido à maior dependência da computação em nuvem e soluções de tecnologia móvel.

O estudo inclui dados da Austrália, Brasil, Canadá, Alemanha, Índia, Japão, Malásia, México, África do Sul, Tailândia, Emirados Árabes Unidos (EAU) e Reino Unido (UK). No Brasil, 126 executivos foram pesquisados.

O Brasil ficou entre os mais vulneráveis a riscos de segurança, comparado aos outros países. “Apenas 13% das empresas brasileiras afirmaram não ter tido qualquer tipo de experiência com violação de segurança”, destacou Tatiana Falcão, executiva de negócios da CompTIA.

“Nossa pesquisa também constatou que 90% das empresas brasileiras esperam que cibersegurança torne-se uma prioridade mais elevada ao longo dos próximos dois anos”, disse Tatiana.

 

Via segs.com.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *